Blog Resorts Brasil

ENTIDADES ABORDAM REGULAMENTAÇÃO DO AIRBNB NO FÓRUM PANROTAS

Nesta semana, os presidentes da Associação Brasileira de Resorts (ABR), Luigi Rotunno, da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio, da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Dilson Jatahy Fonseca, e do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), Manuel Gama, foram painelistas convidados do Fórum Panrotas, realizado em 13 e 14 de março, no Grand Hyatt São Paulo. Os executivos das entidades de turismo e hospitalidade discutiram sobre o tema “O Futuro e as Tendências da Hotelaria” com ênfase nos serviços de economias compartilhadas, como o AirBnb.
Um dos principais temas abordados foi a necessidade e a urgência da regulamentação da categoria de hospedagem no Brasil. As entidades reiteraram que estão empenhadas nessa questão e que trabalham juntas para sugerir uma equivalência tributária à hotelaria para esse tipo de serviço. “Temos uma voz única, a nova Lei Geral do Turismo, que deve ser formatada para contemplar essas questões”, afirmou Alexandre. “Sempre que há um tema comum, nós, as entidades, debatemos em conjunto”, completou Manuel.
No dia 23 de março, os presidentes têm uma audiência com o ministro do Turismo, Marx Beltrão, onde entregarão um documento para reforçar o posicionamento do trade a favor da regulamentação do Airbnb. “Não se trata do preço que essas empresas oferecem, essa é uma nova forma de viajar, mas o AirBnb não tem uma carga tributária administrativa”, alegou Luigi.
Os presidentes lembraram também que, por questões de segurança, apartamentos residenciais não deveriam receber atividades comerciais: “muitas vezes o condomínio não sabe que o proprietário está alugando o imóvel no AirBnb”, disse Manuel, que completou, “é um risco para a segurança dos outros moradores do prédio, que não conhecem quem está frequentando o local, e para os próprios hóspedes, pela falta de fiscalização e alvarás”.